Portal da Cidade Maricá

SANEAMENTO

Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) das Pedreiras recebe novos tanques

Os equipamentos foram colocados em uma área próxima a antiga estação no Centro de Maricá e demandou grande operação de trânsito com o fechamento de vias

Postado em 15/07/2020 às 10:29 |

Cada um dos quatro equipamentos que chegaram, pesa seis toneladas e possui 3,20 metros de diâmetro e 9,60 metros de comprimento. (Foto: Divulgação)

Os quatro novos tanques para a Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) das Pedreiras chegaram nesta terça-feira (14/07) e foram colocados em uma área ao lado da antiga estação, na região do Centro de Maricá.

A Secretaria de Trânsito e Engenharia Viária colocou agentes ao longo do trajeto das carretas até a Rua dos Jasmins, onde os equipamentos foram descarregados.

As estruturas são semelhantes às que existem no Hospital Municipal Ernesto Che Guevara.

Cada um dos equipamentos pesa seis toneladas e possui 3,20 metros de diâmetro e 9,60 metros de comprimento. Os tanques são feitos de fibra e compõem um sistema de tratamento terciário, que devolvem ao meio ambiente o efluente tratado e sem qualquer impacto sobre o sistema lagunar. 

“É o tipo de tratamento mais apurado que existe e, através dele, poderemos processar cerca de 500 mil litros por dia, atendendo a aproximadamente 3 mil moradores”, calculou o presidente da Empresa de Saneamento de Maricá (Sanemar), Edes Oliveira, lembrando que a estação vai receber os rejeitos de parte da área do Centro e também do novo loteamento Bela Vista, que está em construção. 

Edes afirmou também que a autarquia municipal iniciou o processo de transferência para si da gestão sobre outra antiga estação de tratamento de esgotos próxima ao Centro, esta em Araçatiba, ao lado do aeroporto municipal. 

“Esta estação ainda é gerida pela Cedae e queremos ampliar e modernizar seu funcionamento, além de reativar as obras de coleta de esgoto em Araçatiba e na Mumbuca”, revelou o presidente, ao dizer que a verba virá através do Programa de Saneamento Ambiental dos Municípios do Entorno da Baía de Guanabara (PSAM), conveniado ao Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).

Segundo ele, está prevista ainda para os próximos meses a instalação de estações como a das Pedreiras e outras de maior porte, para atender a áreas como Itaipuaçu e Inoã. 

No setor de abastecimento de água, o presidente da Sanemar também antecipou que o projeto do novo sistema de abastecimento de Tanguá pode entrar em operação nos próximos dois anos.

“Estamos iniciando os processos burocráticos. O sistema vai trazer à cidade cerca de 100 litros de água tratada por segundo que, na primeira etapa, vão atender a 40 mil moradores de dez bairros. Na segunda, serão quatro bairros com cerca de 17 ml moradores”, adiantou Edes Oliveira.

Fonte:

Receba as notícias de Maricá no seu WhatsApp.
Clique aqui, é gratis!

Deixe seu comentário