Portal da Cidade Maricá

Consciência negra

Mês da Consciência Negra terá uma série de comemorações em Maricá

Eventos com dança, palestra, feijoada, debate e música acontecem a partir do dia 14/11 em diferentes pontos da cidade

Publicado em 10/11/2022 às 12:32

Para comemorar o mês da Consciência Negra, a Prefeitura de Maricá promove, a partir do dia 14/11, uma série de atividades, entre rodas de conversa, palestras, feijoada, feiras e músicas afro nos bairros do Centro, Parque Nanci, Itaipuaçu e Inoã.

As ações foram programadas pela Secretaria de Participação Popular, Direitos Humanos e Mulher e pela Coordenadoria de Assuntos Religiosos e reunirá ações que simbolizam a luta por igualdade, o reconhecimento de direitos e a resistência dessa população. Os eventos acontecem até o dia 20/11, data que marca o Dia da Consciência Negra. 

O prefeito Fabiano Horta ressaltou que o objetivo das ações é fortalecer a conscientização e destacar a importância da luta contra o racismo estrutural.

"Nos últimos anos, a pauta do combate ao racismo foi relativizada por autoridades que deveriam trabalhar para minimizar as violências sofridas. Mais do que nunca, é imperativo da pedagogia da discriminação racial combater com efetividade o preconceito e reverter os resultados desastrosos da ausência de políticas raciais a nível nacional, nos últimos anos. Nesse mês da Consciência Negra Maricá está fazendo um convite para revisitarmos os números da violência e da desigualdade de oportunidades para a população preta e também para, juntos, darmos um basta às raízes do racismo estrutural”, disse.

O secretário de Participação Popular, Direitos Humanos e Mulher, Birigu, destacou a garantia de direitos.

“Iremos promover atividades que tragam conscientização à causa da igualdade racial e garantir os direitos da população negra. Tivemos no Brasil um sistema escravocrata que se manteve durante quase todo o processo de construção da sociedade brasileira e ainda hoje o nosso povo sofre as consequências da escravidão”, expôs.


Feijoada, roda de conversa e dança


A programação começa na próxima segunda-feira (14/11), a partir das 18h, com a roda de conversa 'Poder do Samba', que acontece na Quadra da Escola de Samba União de Maricá.

Já na terça-feira (15/11), dois eventos simultâneos acontecem no conjunto residencial Minha Casa Minha Vida (MCMV) de Itaipuaçu e Inoã, a partir das 10h, com oficinas de pipas, às 11h no MCMV de Itaipuaçu acontecerá apresentação do Cultura de Direitos seguida de feijoada com apresentação de Linda Baobá.

O condomínio MCMV de Inoã também receberá, a partir das 11h, apresentação do Cultura de Direitos e a feijoada com a cantora Jô Borges.

Ainda no dia 15/11, no período da tarde, será comemorado o Dia do Povo do Axé, que contará com dança afro e capoeira, a partir das 14h, na orla do Parque Nanci.

Os 114 anos da Umbanda será comemorado em ação que reunirá representantes do povo de axé de Maricá, que entoarão sons do atabaque com grito de amor e fé.

A coordenadora de Assuntos Religiosos, Danieli Machado, ressalta a importância da primeira comemoração da data na cidade.

“Esse é o primeiro ano que iremos comemorar a data, que tem o objetivo de garantir a liberdade de consciência e crença religiosa, na qual será assegurado, pelo poder público, o livre exercício de cultos religiosos de qualquer natureza”, explicou Danieli.

Na quarta-feira (16/11), acontece uma roda de conversa com alunos da rede municipal de ensino no Campus de Educação Pública Transformadora (CEPT) Professora Zilca Lopes da Fontoura, com tema Educação Antirracista.

Já na quinta-feira (17/11), a partir das 18h, na Feira de Profissões, no Centro, acontecerá o debate com o tema “O racismo no ambiente de trabalho e durante as contratações” com Renato Nogueira.

Na sexta-feira (19/11), os temas racismo estrutural nas esferas de poder e participação da mulher negra nos espaços de poder da sociedade negra, serão debatidos no Banco Mumbuca.

No sábado (19/11) e domingo (20/11) a orla do Parque Nanci recebe o Festival Zumbi dos Palmares – O Canto da Resistência, com feira a partir das 14h, apresentação do Coral Cultura de Direitos e uma série de atrações musicais.

Confira a programação completa do evento:


Festival Zumbi dos Palmares – O Canto da Resistência


Sábado (19/11)


14h30 – Apresentação Coral Cultura de Direitos


16h – União de Maricá


17h – Império Serrano


18h – Mangueira


19h - Mariana Cunha


20h - Samba entre elas


 


Domingo (20/11)


14h – Apresentação Coral Cultura de Direitos


16h – DJ Corelo


17h – União de Maricá


18h – Império Serrano


19h - Mangueira


20h - Furacão 2000

Fonte:

Receba as notícias de Maricá no seu WhatsApp.
Clique aqui, é gratis!

Deixe seu comentário